O valor do marketing para escolas

Aplicar o marketing para escolas é a melhor maneira de atrair alunos. Também é a fórmula ideal para reter aqueles que já estão matriculados e reforçar a autoridade da instituição de ensino no mercado.

É importante lembrar que o segmento da educação tem uma característica peculiar. Ao contrário de lojas, comércios e serviços esporádicos, nele temos convivência. Em outras palavras, podemos dizer que o fator confiança é muito mais importante que em outros nichos.

No texto de hoje, mostrarei tudo que o marketing para escolas pode proporcionar e como aplicá-lo em seu cotidiano.

O marketing para escolas existe há muito tempo. Mas, antigamente, todos os esforços eram focados em materiais tradicionais como Outdoors, banners, panfletos. Até mesmo comerciais de TV e rádio, mas esse panorama mudou e hoje o grande filão para escolas é a internet.

O mundo digital oferece um vasto leque de oportunidades para chamar a atenção e proporcionar experiências memoráveis para os estudantes.

Temos, então, um conceito simplificado sobre o tema.

O marketing para escola consiste na aplicação de ações planejadas para obtenção de melhores resultados em uma instituição de ensino. Quem é dono de um colégio, por exemplo, sabe que as indicações são uma excelente fonte de aquisição, mas a verdade é que não dá para depender somente do boca a boca. É preciso ir além.

As ações de marketing digital permitem um maior alcance, engajamento e consequente número de matrículas. Isso gera uma melhoria significativa nas finanças. Tanto que, segundo a pesquisa EduTrends, nada menos que 81,3% das IEs investem em pelo menos uma ação de marketing online.

Os efeitos são nítidos. Tais organizações recebem oito vezes mais visitas em seus sites do que aquelas que não aplicam estratégias digitais.

Com isso, tem-se o tão almejado lucro.

Para 82,4% dos respondentes, o retorno sobre o investimento (ROI) das ações é positivo. Isso acontece principalmente por conta dos laços que são estreitados por meio do marketing educacional.

E é claro que uma boa prestação de serviços, estrutura de qualidade e professores capazes são elementos essenciais. Mas isso não é suficiente.

É preciso mostrar às pessoas todas os seus diferenciais e estreitar os laços com seus alunos e o marketing digital para escolas surge como a solução para organizações estagnadas que desejam evoluir.

Particularidade do marketing para escolas

Para aplicar o marketing para escolas, precisamos entender que ele tem suas particularidades.

Primeiro por conta da importância da educação para as pessoas e como esse é um dos componentes mais valiosos em suas vidas, há muito mais pesquisa do que em outros setores.

Quando consideram a escolha de uma instituição de ensino, passam horas em frente ao computador checando as possibilidades e conferindo a opinião de terceiros. É muito diferente, por exemplo, de uma decisão de compra de um item em uma loja virtual. Mas há mais.

Ao assinar um contrato com uma escola, ela passa a fazer parte da vida do contratante. É uma relação duradoura. Diferente de quando uma pessoa vai ao dentista, contrata um pintor ou leva o carro ao mecânico, o serviço é prestado e finalizado em questão de horas ou dias. Em escolas, por outro lado, é sabido que o relacionamento se prolongará por um bom tempo.

Para aproximar-se dos alunos, o meio digital é a melhor solução. Afinal, atualmente as pessoas passam a maior parte do tempo online.

Gostaria de chamar a atenção para mais uma peculiaridade do marketing para escolas: o público.

Enquanto a maior parte das empresas tem bem definido qual é o foco em questão de audiência, no setor da educação isso pode complicar um pouquinho. Isso porque o tomador de decisões pode tanto ser o aluno quanto seus pais e responsáveis e  muitas vezes a escolha é feita por ambos, mas esse é um fator que dificulta um pouco as ações de marketing.

Por conta disso, muitas vezes as atividades são planejadas levando em conta dois diferentes públicos.

Muitos donos e administradores de escola têm uma visão distorcida sobre o marketing, isso porque confundem o conceito com o da mera e simples publicidade. Embora os termos se relacionem, não são a mesma coisa. Enquanto o primeiro implica em investimento financeiro para alcance de resultados, o segundo se relaciona a qualquer tática utilizada para objetivos de negócios.

Acredite em mim quando digo que isso traz muitos benefícios não apenas para o colégio, mas também para os alunos. Com a satisfação dos estudantes, a empresa também ganha, ou seja, é uma relação mutuamente benéfica e não são poucos os elementos que comprovam isso.

O marketing para escolas permite que você multiplique as taxas de matrícula e rematrícula, para começo de conversa, e com mais alunos, há mais verba para investimentos em outros setores, como estrutura, tecnologia e professores. Mas as vantagens não param por aí.

Os estudantes que já fazem parte do corpo de alunos também têm muito a ganhar com o marketing digital.

O engajamento nas redes sociais, por exemplo. Ao criar uma estratégia elaborada nesses pontos de encontro digitais, certamente haverá uma maior taxa de fidelização. Informes, brincadeiras, novidades, imagens e vídeos de eventos… tudo isso gera interações valiosas para a IEs como negócio.

Até mesmo ações mais simples podem trazer bons resultados, como o envio de materiais de apoio e datas de eventos por meio do e-mail ou a atualização de status pelo blog. Até mesmo os links patrocinados exercem uma função de captação.

Por último, gostaria de citar o papel do marketing na internet como elemento de branding.

Como eu disse, nesse setor em especial há muito apreço pela confiança e ao utilizar os canais digitais para trazer informações úteis para o consumidor, a escola gera uma imagem positiva.

 

 

 

Jason Dousseau
Consultor Educacional

10 Dicas de marketing digital para escolas

O que é marketing digital?

Agora que você já sabe como captar mais alunos para sua escola, é chegada a hora de focar no marketing digital e conhecer as principais estratégias.

Como dito, boa parte delas são aplicadas em ações de inbound marketing, tática que alia uma série de recursos para atrair e fidelizar alunos.

Baseia-se, fundamentalmente, no funil de vendas.

Funil de vendas é um instrumento que o marketing usa para se aproximar do público-alvo e lapidar sua jornada de compra para converter mais leads e fechar mais negócios. Topo, meio e fundo de funil são os três principais estágios dessa jornada.

O funil de vendas não é só mais um conceito de marketing,  é o seu negócio operando na prática. Pense no funil como o caminho por onde passam todos os seus clientes, do primeiro contato à compra, eles atravessam várias etapas até estarem prontos para tomar sua decisão.

Você tem que estar presente em cada uma dessas fases, oferecendo o conteúdo necessário e preparando o terreno para a abordagem de vendas. É aí que entra o funil de vendas: o método que permite guiar o cliente pela jornada de compra.

Quando você tem o controle de cada etapa, é muito mais fácil gerenciar o fluxo comercial e multiplicar suas oportunidades porque você vai saber exatamente como resolver as dores desse cliente, o que oferecer em cada momento e quando avançar para fechar o negócio.

Não à toa, as duas grandes prioridades da área de vendas em 2018 foram fechar mais negócios (75%) e melhorar a eficiência do funil de vendas (50%), segundo a pesquisa global da HubSpot.

Os dois objetivos estão intimamente ligados, como vou mostrar adiante.

Agora mesmo, potenciais clientes estão entrando pelo topo e vários leads estão amadurecendo.

Será que seu funil de vendas vai levá-los com sucesso até a compra?

Se você não quer perder mais nenhuma oportunidade, siga a leitura e veja 10 dicas de marketing para sua escola.

 

1. Links patrocinados

Os links patrocinados são anúncios veiculados em plataformas da web.

O mais conhecido deles é o Google Ads, no qual os ads aparecem nos resultados do mecanismo de busca e em páginas de sites parceiros.

Algumas alternativas utilizadas são o Bing Ads, o Facebook Ads e o Twitter Ads.

 

2. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é a essência do inbound marketing.

Nele são criados materiais ricos para engajar e se aproximar dos usuários.

Alguns dos formatos mais comuns são blog posts, ebooks, vídeos, podcasts e infográficos.

 

3. Mídias sociais

As mídias sociais são as praças de encontro virtual, grande parte do público permanece nelas durante o dia. Por isso, se você deseja compartilhar um ambiente com a sua audiência, aposte nesses locais.

Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e LinkedIn são alguns dos mais utilizados no segmento de educação.

 

4. Interações

As redes sociais, blog posts e outras mídias online são plataformas voltadas às interações e ações com foco nessa atividade geram proximidade com os usuários.

Os alunos certamente se sentirão mais a vontade ao engajar em seus locais de conversação favoritos.

 

5. Email marketing

O email marketing tem muito a oferecer para escolas, por ser um canal de comunicação pessoal, é utilizado para informações e conteúdos de maior relevância.

Ele também é importante pois tem maiores taxas de abertura.

 

 

6. Geolocalização

A geolocalização permite segmentar campanhas de anúncios, por exemplo.

Se você possui a loja DRM vale a pena anunciar para todo o Brasil mas se ministra apenas cursos presenciais e sua escola fica em São Paulo, não vale a pena anunciar para todo Brasil, tenha em mente o seu público alvo.

 

7. SEO

SEO é uma sigla para Searching Engine Optimization, que em português significa otimização para mecanismos de buscas.

Principalmente na hora de atrair novos estudantes para a sua escola, é uma ótima ideia utilizar tais táticas, elas servem como ímã para capturar meros visitantes para as páginas do seu site.

 

8. Banners em sites e blogs

Outra forma interessante de gerar vendas é utilizando sites de nicho. Encontre blogs que tratem temas de interesse do seu público e anuncie diretamente em suas páginas.

 

9. Materiais ricos

Materiais ricos fazem parte de uma estratégia de marketing de conteúdo, mas os mais aprofundados geralmente são utilizados para a retenção de clientes.

Tabelas de horários, valores de pagamento, horários de transporte público, fornecedores de serviços escolares e outros tipos de conteúdo podem ser de grande utilidade para o público.

 

10. Automação de marketing

Automatizar suas ações de marketing para escolas é possível pelas vias digitais. O envio de fluxos de nutrição, programação de postagens e outras ações não precisam ser realizadas manualmente.

Por isso, sempre que puder, coloque as tarefas no piloto automático e facilite a vida de seus profissionais de marketing.

 

 

 

Jason Dousseau
Consultor Educacional

SEO para sua instituição de ensino: 5 Benefícios e Vantagens

Otimização de Sites (otimização para motores de pesquisa ou otimização para mecanismos de busca) é o conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca gerando conversões, sejam elas, um lead, uma compra, um envio de formulário, agendamento de consulta e outros.

O Pringle, definiu um número de atributos dentro da codificação HTML de uma página que frequentemente eram manipulados por provedores de conteúdo na Internet tentando melhorar a própria classificação em motores de busca. Devido a fatores que estão praticamente sob o controle exclusivo dos responsáveis por um site, os motores de busca continuaram a sofrer abusos e tentativas de classificações manipuladas.

Por isso, para fornecer melhores resultados a seus usuários, os sistemas de busca tiveram que se adaptar e assegurar que as páginas de resultados mostrem sempre os resultados mais relevantes durante uma procura, no lugar de páginas inúteis cheias de palavras-chave e termos criados inescrupulosamente por webmasters na tentativa de usá-las como iscas para exibirem webpages sem link ou conteúdo. Estes fatos levaram ao nascimento de um novo tipo de motor de busca.

1. SEO pode aumentar seu tráfego

 

Pense comigo. Se você tem um site bacana, amigável, recheado de publicações incríveis e relevantes, não faria sentido que o Google não o indicasse para os usuários que estejam buscando por conteúdos relacionados, concorda?

E quando a indicação acontece, isso vai, no mínimo, atrair as pessoas certas para sua página – ou seja, aquelas que realmente se interessam pelo que você tem a oferecer.
O que nos leva ao segundo benefício do SEO.

2. Geração de leads

Você já sabe que grande parte dos visitantes do seu site vem dos mecanismos de busca.
Isso significa que um bom posicionamento nessas plataformas vai atrair para sua página uma boa quantidade de leads em potencial.

São aqueles que, confiando na indicação do Google, entrarão na sua página e, muito provavelmente, realizarão ali algum cadastro para continuar recebendo conteúdos de você.
Quanto mais você investir em SEO, mais qualificado é o tráfego alcançando em sua página.

3. SEO Pode Aumentar Suas Vendas

Você apostou em SEO, multiplicou o número de visitas na sua página e conquistou o coração de novos leads. Naturalmente, as vendas também começarão a demonstrar progresso.

Sabe o que isso significa? Que todo esse investimento vai voltar em forma de lucro.

4. SEO e a Influência na decisão de compra

Os brasileiros são mais propensos a comprar em sites de busca orgânica do que em links patrocinados. Segundo uma pesquisa da agência Conversion com 707 consumidores, 77% deles disseram ter mais confiança nesse tipo de busca.

E de que forma esses consumidores vão encontrar o seu site se ele não estiver bem posicionado nos buscadores? Além disso, você pode até oferecer o melhor produto do mundo na sua página.
Mas se o seu site for desorganizado, pouco amigável, nada mobile friendly, o consumidor simplesmente não vai querer saber de comprar na sua loja.

5. Fortalecimento da reputação da marca

As páginas que estão em destaque nos mecanismos de busca não foram parar ali por acaso, e nem “trapaceando”. O Google não é bobo! Ele sabe muito bem que, para ranquear um conteúdo, vários fatores devem ser levados em consideração.

E pode ter certeza de que ele vai avaliar todos eles minuciosamente antes de levar um site para o topo. Os usuários também sabem disso, e, ao se deparar com sua marca em destaque, certamente passarão a respeitá-la.

Benefícios do SEO como Canal de Conversões

Uma pesquisa da Custora apontou o SEO como principal responsável pelas vendas em sites de e-commerce, com 26% da receita gerada, enquanto os links patrocinados representam apenas 15% do volume da receita, e ações de e-mail marketing, 16%.

A pesquisa também trouxe a informação de que os usuários que chegaram a um site através do Google se mostraram mais abertos a compras e dispostos a gastar mais.

Sabe por quê? Porque quando um usuário se torna leitor do seu site e blog, ele passa a confiar mais em você como autoridade em sua área. Essa credibilidade significa mais dinheiro no seu bolso todo mês.

Você precisa desenvolver um trabalho pontual para cada momento da jornada de compra do usuário, aumentando a relevância e a confiança da marca até que ele se sinta, finalmente, decidido (pela sua empresa, claro!). Mas afinal, o que é conversão?

Depende. Para um e-commerce, é a venda final. Para uma empresa de serviços, pode ser o recebimento de um formulário de solicitação de orçamento ou simplesmente a captação de dados para um mailing.

Voltando para a pesquisa da Custora: se somarmos os resultados de SEO, e-mail marketing e SEM, temos 57% de toda a receita gerada no e-commerce. E esse número pode ser igualmente representativo para outros tipos de negócio, mesmo que a venda não se concretize no ambiente online.

A fórmula é simples:

Conteúdo de qualidade e otimizado = Aumento no número de visitantes = Maior chance de conversão.

E o melhor!  A um custo muito menor do que mídias tradicionais.

 

 

 

 

Jason Dousseau
Consultor Educacional