Preparatório Militar: Faça parte da realização de um sonho.

A DRM Educação disponibiliza para seus parceiros os cursos preparatórios para academias e escolas militares, como:

  • Academia da Força Aérea
  • Escola Preparatória de Cadetes do Exército
  • Escola de Sargentos das Armas
  • Força Aérea Brasileira
  • Escola de Especialistas de Aeronáutica
  • Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercantes
  • Colégio Naval
    e Muito mais
Colégio Militar foi criado com o intuito de fornecer ensino de qualidade aos filhos de militares do país. Atualmente, existem dois modelos de ensino militar no Brasil: os Colégios Militares e os Colégios da Polícia Militar.
No primeiro caso, as instituições estão relacionadas ao Sistema de Ensino do Exército e respondem as Forças Armadas do Brasil. A primeira escola militar foi fundada em 1889 com o nome de Imperial Colégio Militar. Após a Proclamação de República passou a ser chamado apenas de Colégio Militar do Rio de Janeiro. Ao longo dos anos, a instituição se expandiu e atualmente está presente em diferentes cidades do Brasil. Também passou a ser aberto à sociedade civil e meninas, já que inicialmente as vagas eram reservadas aos estudantes do sexo masculino. Confira lista de algumas cidades que disponibilizam educação básica militar:
– Colégio Militar de Salvador
– Colégio Militar do Rio de Janeiro
– Colégio Militar de Belo Horizonte
– Colégio Militar de Brasília, entre outros.
Os Colégios da Polícia Militar (CPM) são ligados as corporações militares das cidades em que funcionam, as Secretaria de Educação e de Segurança Pública. Assim como aconteceu com o Colégio Militar, o Colégio da Polícia Militar iniciou suas atividades atendendo dependentes dos militares, mas ampliou a oferta de vagas para a população civil. Conheça algumas dessas unidades:
– Colégio da Polícia Militar da Bahia
– Colégio da Polícia Militar Rio de Janeiro
– Colégio da Polícia Militar do Ceará
– Colégio da Polícia Militar de Minas Gerais
– Colégio da Polícia Militar de São Paulo
– Colégio da Polícia Militar do Paraná

Mas o que é um Colégio Militar?

Colégios Militares oferecem formação para o ensino fundamental e o ensino médio a dependentes de militares ou civis e que reconhecem nestes colégios um modelo de alta qualidade.
Valores como ética e cidadania são bases e norteam os valores e tradições da educação militar.
Outra característica dos colégios militares é a condição da presente possibilidade do aluno não poder concluir sua formação em caso de reprovações seguidas. O corpo de professores é formado por militares licenciados e professores da sociedade civil.
Para ser um professor precisa ser aprovados em concurso público, mas no caso dos militares, ocorre uma análise curricular e entrevista. Atualmente é predominantemente presente professores estaduais nos colégios militares.

“A remuneração dos professores também é atrativa. Os docentes militares têm vencimentos correspondentes aos respectivos postos. Já os civis recebem de acordo com a progressão funcional e os títulos que possuem. Os salários variam entre R$ 4 mil e R$ 5 mil, valores que podem ser equiparados à remuneração de professores dos institutos federais e de alguns colégios particulares. É bem acima da média salarial dos docentes de ensino fundamental da rede pública, de R$ 1,8 mil.

Fonte: https://istoe.com.br/243465_A+FORMULA+DOS+COLEGIOS+MILITARES/ acesso em 28/07 19h56

Colégio Militar, como ingressar em um?

As inscrições do Colégio Militar possuem um processo seletivo realizado anualmente, tanto para ingresso no Colégio Militar no 6° ano do ensino fundamental ou 1° ano do ensino médio.
As provas seletivas avaliam os conhecimentos em matemática, redação e língua portuguesa. Também podem ser exigidas outros conhecimentos, além de uma avaliação de saúde e do histórico escolar do potencial aluno.
Valide as informações em cada estado, já que dependendo do edital de convocação podem optar por prova e sorteio.

Regras do Colégio Militar

Os colégios são conhecidos por suas regras de conduta e vestimenta. Confira as regras mais comuns nos colégios:
Meninos
  • Utilizar o uniforme;
  • Cabelo com padrão militar;
  • Não utilizar piercing, alargador ou similares quando estiver uniformizado ou participando das atividades do colégio;
  • Respeitar às autoridades e funcionários do colégio etc.
Meninas
  • Cabelos longos devidamente presos em um coque;
  • Cabelos curtos podem estar soltos desde que não ultrapassem a nuca e a franja permaneça presa;
  • É proibido o uso de maquiagens, esmaltes e brincos chamativos;
  • Não utilizar piercing, alargador ou similares quando estiver uniformizado ou participando das atividades do colégio;
  • Respeitar às autoridades e funcionários do colégio etc.

Não são todas as cidades que possuem um Colégio Militar ou Colégio da Polícia Militar, além do ingresso ser bastante concorrido, o que gera um potencial mercado para a oferta de preparatórios para os exames. 

Confira abaixo, os 3 níveis da carreira militar no Brasil.

Nível 1 da Carreira Militar: As Escolas Preparatórias
O Ensino Médio, dentro do contexto da carreira militar, é representado pelas chamadas Escolas Preparatórias.

Além de concluir o Ensino Médio, quem se forma em uma Escola Preparatória ainda recebe um título de Cadete.

Cada força militar no Brasil,tem as suas próprias Escolas Preparatórias, que estão organizadas da seguinte maneira:

Colégios Navais: São as escolas preparatórias da carreira militar da Marinha.
Escolas Preparatórias de Cadetes do Exército – ESPCex: São as escolas preparatórias da carreira militar do Exército.
Escolas Preparatórias de Cadetes do Ar – Epcar: São as escolas preparatórias da carreira militar da Aeronáutica.
As vagas nestas escolas, consideradas algumas das melhores de todo o Ensino Médio Brasileiro, são muito disputadas.

Além do ensino de qualidade, quem entra na carreira militar através das Escolas Preparatórias recebe  um treinamento militar básico e muito treinamento físico baseado em esportes (natação, futebol, vôlei, etc.).

A carreira militar segue o preceito de que um corpo saudável é tão importante para a educação quanto o ensino em si.

Os cursos nas Escolas Preparatórias são equivalente ao Ensino Médio Civil, e portanto, têm a mesma duração: três anos.

Assim que concluir a Escola Preparatória, o aluno que quiser continuar na carreira militar tem a opção de ser admitido em uma Academia Militar.

Nível 2 da Carreira Militar: As Academias Militares
As Academias Militares, o nível 2 da carreira militar no Brasil, são igualmente disputadas, pois oferecem uma formação técnica para os alunos, possibilitando assim que eles tenham uma profissão.

Além de se formar como profissional e técnico, quem conclui uma Academia Militar ainda recebe um título de Oficial Militar.

As Academias Militares no Brasil, administradas pelas Forças Armadas, estão organizadas da seguinte maneira:

Escolas Navais: São as Academias Militares da carreira militar da Marinha.
Academia da Força Aérea – AFA: Academia Militar da carreira militar da Aeronáutica.
Academia Militar das Agulhas Negras – AMAN: Academia Militar da carreira militar do Exército.
Academias Estaduais da Polícia Militar: São as Academias Militares da carreira militar da Polícia Militar.
Nas Academias Militares, o alunos, além do ensino técnico de altíssima qualidade, recebem também um soldo (a remuneração dos militares), alimentação, moradia, vestuário e assistência de saúde gratuita.

Os cursos nas Academias militares duram em média quatro anos e são realizados em regime de internato (o aluno dorme na escola, mas vai pra casa nos finais de semana e feriados .

Para quem quer uma formação superior na área de Engenharia, a carreira militar ainda oferece uma formação de nível 3, as Escolas de Engenharia Militares, no caso IME e ITA.

Nível 3 da Carreira Militar: IME ( Instituto Militar de Engenharia )
O IME (Instituto Militar de Engenharia) é a escola Superior de Engenharia do Exército Brasileiro.

O IME, criado em 1959, foi o resultado da fusão de 2 institutos de Engenharia do Exército que já existiam na época, a Escola Técnica do Exército e também o Instituto Militar de Tecnologia.

Embora oficialmente o IME seja uma parte da carreira militar, ele aceita Civis (pessoas que fizeram o Ensino Médio normal).

O IME oferece gratuitamente vários cursos de Graduação, Pós-Graduação e Especializações. Ele é considerado uma verdadeira referência no Brasil e no mundo, sendo inclusive a terceira escola de Engenharia mais antiga da Era Moderna.

Além de oferecer uma fortíssima formação em Engenharia, o IME também preserva o seu caráter dentro da carreira militar oferecendo muitas atividades esportivas e militares para a formação dos seus Engenheiros.

Além de oferecer cursos de Engenharia, dentro da carreira militar o IME permite que o aluno chegue até o posto de General de Divisão de Engenharia.

Com a duração de cinco anos cada, o IME oferece os seguintes cursos:

Engenharia Cartográfica
Engenharia da Computação
Engenharia de Fortificações
Eng. de Comunicações
Engenharia Elétrica
Engenharia Eletrônica
Eng. Mecânica Automóveis
Eng. Mecânica Armamentos
Engenharia Metalúrgica
Engenharia Química
Nível 3 da Carreira Militar: ITA ( Instituto de Tecnologia de Aeronáutica )
O ITA (Instituto de Tecnologia de Aeronáutica) é a escola Superior de Engenharia da Aeronáutica Brasileira.

Assim como aconteceu com o IME, o ITA surgiu a partir da união de várias escolas de Engenharia diferentes da Aeronáutica.

Criado em 1950 pelo alto comando da Aeronáutica para organizar melhor a carreira militar, unificando as escolas, o ITA desde então vem sendo uma grande referência de formação de profissionais da área de Engenharia Aeronáutica (construção de aviões), formando gerações e gerações de projetistas.

Os cursos de Engenharia do ITA estão divididos em 2 fases. Durante o 1° e 2° anos, na primeira fase do curso, os alunos estudam um conteúdo básico e geral de Engenharia, recebendo um salário mínimo, treinamento militar e esportivo básicos.

A partir do 2° ano, o aluno pode optar: seguir o curso do ITA como Civil ou então seguir o curso do ITA dentro da carreira militar.

Os curso de Engenharia para quem faz qualquer uma das duas opções são iguais. A diferença é que quem opta pela carreira militar vai receber instruções e conteúdos extras, tais como aulas de tiro, luta e atividades atléticas mais pesadas. Quem escolher estudar como Civil continua o curso normalmente, só com os estudos, sem a parte física e militar.

Seguindo dentro da carreira militar, ao se formar o aluno recebe, além do diploma de Engenharia, o título de Primeiro-Tenente Engenheiro. Caso opte por continuar ainda mais na carreira militar poderá chegar até o posto de Major-Brigadeiro.

Quem seguir a carreira militar do ITA também poderá optar por trabalhar como engenheiro dentro da própria Aeronáutica, sendo enviado para bases onde irá trabalhar com manutenção de aviões, caças e bombardeiros, teste de armas e também sistemas de defesa, tais como antimísseis ou baterias antiaéreas.

Com a duração de cinco anos cada, o ITA oferece os seguintes cursos:

Engenharia Aeronáutica
Engenharia Mecânica
Engenharia Civil
Engenharia Eletrônica
Engenharia da Computação
Engenharia Aeroespacial

Fonte: https://www.guiadacarreira.com.br/educacao/carreira-militar/

Qual a diferença entre o colégio da polícia militar e colégio militar?

Embora ambos carreguem a herança militar no nome, o Colégio Militar é uma escola do Sistema de Colégios Militares do Brasil e, portanto, vinculada ao Exército Brasileiro. O ingresso é realizado anualmente exclusivamente por meio de concurso público federal para o 6.º ano do Ensino Fundamental. As inscrições para o concurso iniciam-se em meados de agosto do ano anterior à matrícula.

Já Colégio da Polícia Militar estão sob administração da Polícia Militar. O ingresso ocorre no 6.º ano do Ensino Fundamental e no 1.º ano do Ensino Médio.

Todos os Colégios da Policia Militar têm como seus como princípios o respeito, a responsabilidade e a disciplina que são fundamentais em qualquer profissão que o aluno vai seguir, porém vale ressaltar que estudar em ambos os Colégios não garante o ingresso dos alunos na carreira militar.

Para que isso aconteça, o aluno interessado, no final do ensino médio, deverá prestar concurso público, devendo ficar atento as exigências distintas dos editais.

Portanto o termo Colégio Militar é diferente de Colégio da Polícia Militar.

Tudo preparado para, mais que educar, transformar sua escola em um centro de formação completa, incluindo preparatórios para colégios e academias militares!

Juntos, vamos vencer a crise.
#ISSOVAIPASSAR

Material de Apoio: https://drive.google.com/open?id=1B59AOul2KVuStnMnsg54oYvTf_M0P3gl

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *