O que é a Sala de Aula Invertida? Como funciona?


– Estudos sugerem que modelo possibilita aprendizagem mais eficaz

Imagine um sistema educacional no qual os alunos estudam os conteúdos curriculares em suas casas só para depois irem à escola encontrar professores e colegas, tirar suas dúvidas e fazer exercícios. Em outras palavras, onde a lição de casa é feita em sala e a aula é dada em casa.

Eis o princípio por trás da metodologia da “sala de aula invertida” (Flipped Classroom, em inglês), que propõe a inversão completa do modelo de ensino. Sua proposta é prover aulas menos expositivas, mais produtivas e participativas, capazes de engajar os alunos no conteúdo e melhor utilizar o tempo e conhecimento do professor.

A metodologia tradicional deixa o aluno num papel passivo, simplesmente ouvindo as explicações do professor. Ao inverter esse modelo e fazer com que o aluno assista às aulas fora do ambiente da escola ou universidade, há um aumento na presença e participação em sala de aula”, explica a educadora Andrea Ramal, diretora do GEN | Educação.

Quando um conteúdo totalmente inédito é apresentado ao aluno, a introdução se dá, em geral, por meio de textos e vídeo aulas que apresentam os conceitos básicos e exercícios resolvidos como exemplos. “A leitura antecipada incita o raciocínio prévio e eleva o papel do professor. Esse passa de expositor para tutor, auxiliando e incentivando o aprendizado mais profundo do aluno quando ele traz dúvidas, raciocínios e discussões prévias”.

Segundo Andrea, é possível aplicar essa metodologia a todas as disciplinas escolares obtendo o mesmo efeito. “Pelos estudos obtidos em diversas instituições em todo o mundo, há sempre um ganho em relação à metodologia tradicional, independente da disciplina”.

Segundo um levantamento feito na Universidade de British Columbia, nos Estados Unidos, com professores de Física que aplicaram a metodologia, dentre os quais Carl Wieman, prêmio Nobel de Física em 2001, houve um aumento de 20% na presença e 40% na participação dos alunos com o modelo. Além disso, as notas dos alunos participantes foram duas vezes maiores que as das classes que utilizaram a metodologia tradicional.

Na Universidade de Harvard, por sua vez, professores de Matemática conduziram um estudo de 10 anos em suas classes de Cálculo e Álgebra e descobriram que alunos inscritos em aulas invertidas obtiveram ganhos de 49 a 74% na aprendizagem em relação aos alunos inscritos em aulas tradicionais.

Nesse contexto, onde praticamente toda a dinâmica da aula se altera, é essencial capacitar o professor para aplicar o modelo com sucesso. Isso começa, diz Andrea, em uma mudança de paradigma ou forma de pensar. “O professor necessita ser convencido que o método irá facilitar sua vida e a dos alunos. Se não houver isso, não adianta capacitar, pois o professor estará reticente em usar a metodologia, o que irá atrapalhar seu desempenho”.

Para o estudo em casa, os alunos contam com recursos como vídeos, textos, áudio, games, entre outros. No entanto, a metodologia não implica necessariamente em repensar todo o material didático hoje disponível. “Por exemplo, a utilização de uma leitura prévia antes da aula e de deveres de casa já são exemplos de uma sala de aula invertida”, aponta a educadora.

Veja estes vídeos que explicam um pouco mais sobre a Sala de Aula Invertida da DRM.

Fonte:
THAIS, P. Como funciona a sala de aula invertida?. Carta Educação, 24 de agosto de 2016. Disponível em: http://www.cartaeducacao.com.br/reportagens/como-funciona-a-sala-de-aula-invertida/. Acesso em: 24 nov. 2017.

Novo recurso no Gestor Escolar On Line

Hoje a DRM lança mais um recurso para facilitar a vida das escolas que utilizam o GOL (Gestor On Line). Com este recurso será possível importar alunos de outros sistemas de gestão escolar e assim poder aproveitar todos os recursos de nossa plataforma, incluindo o sistema financeiro e de acompanhamento das atividades dos alunos. Para fazer sua importação, assista o vídeo acima e qualquer dúvida conte com nossa Central de Apoio.

DRM Educação, inovando sempre!

Reapresentação do Evento Escola Sem Censura 3ª Edição

Neste material buscamos repassar o que foi apresentado em nosso evento presencial durante todo o dia e que ocorreu em São José dos Campos em Outubro deste ano. Este resumo tem pouco mais de 30 minutos e desejamos que comente abaixo. 😉

Espero que gostem e recomendamos que antes de assistir este vídeo também assista a reapresentação do ano anterior, Escola Sem Censura 2ª Edição, já que parte das mudanças que estamos propondo para o segmento começaram a ser discutidas na segunda edição de nosso evento.

Escola Sem Censura 2017 – Resumo dos principais pontos do encontro presencial ocorrido em Outubro de 2017 from Dr. Micro on Vimeo.

Webinar Evento Escola Sem Censura – Gratuito

Webinar - Escola Sem Censura 2016

Escola Sem Censura Dr Micro

Webinar – Escola Sem Censura 2016

apresenta um resumo sobre a experiência vivida pelos participantes no evento ocorrido recentemente. O objetivo deste Webinar é reviver os principais pontos abordados no encontro presencial que contou com mais de 60 participantes promovendo uma experiência única e rica.

Este webinar ocorreu no dia 16/12/2016.



Baixe a apresentação que rolou no evento sobre: – A nova escola e lançamentos:

http://www.drmicro.com.br/ftp/materialdeapoio/escolasemcensuradrmicro2016.ppsx

Dicas práticas para se transformar em um profissional resiliente.

Você já conferiu aqui o que é um profissional resiliente e percebeu a importância disso no meio empresarial, principalmente para cargos de liderança.

Depois te mostramos aqui quais são os pilares de uma personalidade resiliente.

Agora vamos mostrar algumas dicas para se tornar um profissional resiliente. Dicas que vão mudar não só sua sua vida profissional como a pessoal.

Clique abaixo para ver o vídeo.

Emprego e empreendedorismo

Transformando vidas

O Brasil é um País de empreendedores por natureza. Neste vídeo estaremos tratando de uma solução que visa trazer uma oportunidade para o Jovem experimentar empreender sem os riscos iniciais de abrir um negócio mas poder gerar renda com esta atividade.

Por outro lado o emprego é uma necessidade a ser atendida e que a internet pode facilitar, mas entenda porque nem todo mundo usufrui dela para facilitar sua vida, entenda o conceito do custo maior de vida para os que mais precisam e como reverter este cenário.

Assista o video